Notícias

21 de dezembro de 2017
 

NOVO PLANO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA DESTACA A ENERGIA FOTOVOLTAICA

No início do mês de Dezembro/2017, o Ministério de Minas e Energia aprovou o Plano Decenal de Expansão de Energia 2026, que prevê uma expansão de cerca de 41 gigawattes de capacidade instalada de geração de energia na matriz energética brasileira até o ano de 2026.

O plano decenal leva em consideração diversos fatores no Brasil e no mundo para poder projetar a necessidade de energia a cada dez anos e também de infraestrutura de transmissão, como por exemplo, PIB, população, numero de residências, indústrias, comércios, novas tecnologias, hábitos e costumes populacionais, entre outros.

Em Dezembro/2016 a produção de energia eólica correspondia a 7% (10,03 gigawatts), enquanto a energia fotovoltaica à apenas 0,20% (0,21 gigawatts).

Neste plano divulgado, os destaques são as usinas eólicas e solares, com previsão de responder a 19 gigawatts de acréscimo no período na matriz energética.

Para micro e minigeração distribuída, em 2016 houve um salto de mais de quatro vezes no número de instalações, terminando o ano com 81 MW instalados, distribuídos em 7,7 mil unidades (ANEEL, 2017). Apesar do grande crescimento, principalmente para a geração de energia fotovoltaica existe muito espaço para se desenvolver muito mais na próxima década.

A STCP em 2017 estabeleceu uma parceria com a empresa Mepen Energia S/A., para atuar na área de energia fotovoltaica para geração de micro e minigeração distribuída.

Saiba mais, acesse o site Mepen: https://www.mepen.com.br/

Consultor STCP: Andrei Guerra Korquevicz

Fonte: EPE – Empresa de Pesquisa Energética (2017)

21 de dezembro de 2017
 

ANÁLISE MERCADOLÓGICA DA STCP PARA A REVISTA ELETRÔNICA B.FOREST – DEZ/2017

Banco Central do Brasil estima crescimento do PIB de 2,62% para 2018.

Perspectivas Econômicas | Inflação | Taxa de Juros | Taxa de Câmbio | Índice de Preços de Madeira em Tora no Brasil | Mercado de Produtos Florestais/ Tendências e Perspectivas.

Para mais informações:  clique_aqui

 

20 de dezembro de 2017
 

STCP ELABORA O ANUÁRIO BAHIA FLORESTAL 2017 PARA ABAF

Bahia fecha 2017 com posição de destaque no cenário florestal brasileiro
São aproximadamente 650 mil hectares de florestas plantadas e uma das melhores médias de produtividade florestal do país

A Associação Bahia das Empresas de Base Florestal (Abaf) reuniu jornalistas e parceiros para apresentar os dados do relatório Bahia Florestal 2017, um anuário estatístico com as informações das empresas associadas. A STCP esteve presente representada pelo consultor Jefferson Dorigon Garcia.

O presidente da Abaf, Sebastião Andrade, diretor da Ferbasa, mostrou – por exemplo – que o setor de base florestal liderou, nos últimos três anos, as exportações baianas.

“Nosso setor é responsável por 4% do PIB baiano”, ressaltou Sebastião. De fato, o setor desempenha importante papel na economia do estado. São mais de 220 mil empregos diretos e indiretos gerados em toda a cadeia.

O posicionamento da indústria de base florestal é diferenciado. A articulação do diretor executivo da associação, Wilson Andrade, posicionou – de forma atuante – a Abaf junto à mais de 40 fóruns estaduais, nacionais e ambientais. Um dos destaques é a participação na Câmara Setorial de Florestas Plantadas, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

“Esse é um trabalho que está sendo feito desde 2004, quando a associação foi criada”, lembrou Wilson. O relatório Bahia Florestal 2017 foi elaborado com o suporte da empresa STCP Engenharia de Projetos Ltda. e traz, entre outras informações, área plantada do estado, que alcançou 647,8 mil hectares em 2016 e a produtividade média de 34 metros cúbicos por hectare/ano.

A média, que em determinadas áreas ultrapassa 45 metros cúbicos por hectare/ano, caiu um pouco nos últimos dois anos devido à uma seca severa que atingiu o estado. Mesmo assim, a Bahia é referência mundial nesse aspecto.

“Não é à toa que sediamos, com bastante frequência, eventos científicos sobre eucalipto, celulose e outros temas relacionados ao setor florestal”, finaliza Wilson.

Acesse aqui o relatório Bahia Florestal 2017 (PDF)

Fonte: Painel Florestal

 

5 de dezembro de 2017
 

IVAN TOMASELLI, PRESIDENTE DA STCP, PARTICIPA DA 53ª SESSÃO DO ITTC – CONSELHO INTERNACIONAL DE MADEIRAS TROPICAIS, EM LIMA, PERU

Na última semana de Novembro, Ivan Tomaselli, Presidente da STCP, participou na 53ª Sessão do Conselho Internacional de Madeiras Tropicais (ITTC – International Tropical Timber Council) da Organização Internacional da Madeira Tropical (ITTO), realizada em Lima, Peru, entre 27 de novembro e 2 de dezembro, 2017.

Na ocasião, Ivan Tomaselli fez uma apresentação sobre o tema: ”Experiências Regionais na Atração de Investimentos para o Setor Forestal” na Discussão Anual do Mercado da OIMT organizada pelo Trade Advisory Group – TAG.

Acesse a apresentação (EN): clique_aqui