Notícias

11 de dezembro de 2018
 

STCP CONDUZ TREINAMENTO DE CAPACITAÇÃO PARA USO DE AGROTÓXICOS NO PERÍMETRO IRRIGADO DA RIBEIRA EM ITABAIANA/SE

Coordenadora Cláudia Silva Sampaio informando que irá ocorrer um seminário com dirigentes das áreas de saúde e educação (Foto: Ascom/Cohidro)

 

Na primeira semana de dezembro, a STCP representada pelas consultoras Claudia Sampaio e Ligia Souza, da Divisão de Meio Ambiente, conduziram o treinamento e capacitação para o uso adequado de agrotóxicos, na modalidade voltada aos agricultores irrigantes inseridos nos perímetros da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) que fazem parte da bacia do rio Sergipe. É uma das ações do Programa Águas de Sergipe (PAS), realizado pelo Governo de Sergipe e em parte financiado do Banco Mundial.

O treinamento de capacitação para o uso adequado de agrotóxicos tem três módulos, abrangendo questões da legislação, de uma forma bem geral, do uso de EPIs, que está vinculada a segurança e saúde dos trabalhadores e a manipulação do uso de agrotóxicos, que é todo o processo de aplicação.

Na sequencia será promovido um seminário com todos os secretários municipais de educação, saúde, meio ambiente e agricultura, os agentes de epidemiologia, além dos delegados e coordenadores de educação ambiental.

Saiba mais: Fonte Cohidro

 

Maria Teresinha Albuquerque (Cohidro), Ligia Carla de Souza da (STCP) e Claudia Vanessa Silva Régis Alves (Seidh-Seed) fiscalizaram os 5 dias de capacitação (Foto: Ascom/Cohidro)

 

 

10 de dezembro de 2018
 

AS FLORESTAS TROPICAIS CONTINUARÃO A SER MANEJADAS PARA PRODUÇÃO DE MADEIRA?

Empresas que trabalham com madeira tropical são obrigadas a direcionar boa parte de seus recursos somente para comprovar legalidade e acessar mercados.

Acesse o artigo completo:Tomaselli_Referencia ano20 n.201 nov 2018

 

5 de dezembro de 2018
 

STCP ELABORA O PLANO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA DO EIA/RIMA DE PROJETO FLORESTAL E AGRÍCOLA NO ESTADO DO PIAU

Nos dias 6 e 7/12/2018 a STCP, representada pelo Diretor Rômulo S. Lisboa e a equipe de coordenação da Divisão de Meio Ambiente, apoiará a Companhia Florestal do Brasil na apresentação dos Estudos de Impacto Ambiental do Projeto Florestal a ser estabelecido na microrregião de Floriano, e do Projeto Agrícola na microrregião de Uruçuí no estado do Piauí.

Os estudos foram desenvolvidos pela STCP envolvendo uma Área de Influência Indireta para o projeto florestal pretendido de 86.000 ha, e para o Agrícola de 25.000 ha.

Os projetos, após aprovados, irão contribuir de forma significativa para o desenvolvimento da região e estado do Piauí, trazendo nova alternativa de renda e ocupação de mão-de-obra local.