Notícias

18 de Janeiro de 2019
 

IVAN TOMASELLI, PRESIDENTE DA STCP, SE REUNIU COM LÍDERES DA FEDERAÇÃO ECONÔMICA DE CORRIENTES – FEC – ARGENTINA

 

Deputado Parlamentar do Mercosul – Dr. Alejandro Karlen, Presidente da STCP – Dr. Ivan Tomaselli  e o Vice-Governador de Corrientes – Dr. Gustavo Canteros.

 

Ivan Tomaselli, é um empresário madeireiro de renome no Brasil e chegou na quarta-feira a Corrientes, para se reunir com os líderes da Federação Econômica de Corrientes (FEC). Antes disso, manteve contato com o deputado parlamentar do Mercosul, Dr. Alejandro Karlen e o vice-governador, Dr. Gustavo Canteros. A ideia é fortalecer as relações internacionais da Indústria Madeireira.

A reunião foi realizada durante o dia desta quarta-feira na capital de Corrientes, juntamente com cerca de 15 empresários do setor da região, funcionários e líderes da província de várias organizações.

A província tem um alto potencial de desenvolvimento para investimentos no setor, já que possui uma Tabela Provincial Foresto-industrial semelhante à coordenada pelo Governo Nacional, onde é analisado o cenário necessário para recuperar a competitividade e atrair novos projetos. Nesse contexto, o especialista foi convocado para trocar pontos de vista, já que é um especialista reconhecido no mercado florestal da América Latina.

“A ideia é analisar quais seriam as alternativas a serem seguidas no curto e médio prazo para o desenvolvimento florestal de Corrientes e avançar na industrialização necessária, com uma base florestal de mais de 500 mil hectares e disponibilidade de superfície para projetar no longo prazo.” Disse Ivan Tomaselli em contato com o repórter sul-americano.

Tomaselli é o fundador da principal empresa de consultoria internacionais de projetos, planejamento e silvicultura na América Latina, com sede em Curitiba, Brasil, e no anuário “Visão Missão 2019”, analisou o cenário para investimentos no Cone Sul e contexto para negócios silvicultura-industrial na região NEA. “Existem oportunidades em todos os negócios da cadeia de valor da indústria florestal. Oportunidades de desenvolvimento estão associadas a projetos integrados, considerando o desenvolvimento da floresta e da indústria. Os investimentos devem fluir para plantações florestais baseadas em espécies com tecnologia conhecida, alta produtividade e localizadas em regiões de boa logística”, afirmou o especialista.

Fonte: Entrevista para Rádio Sudamericana – Corrientes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *